Principal » negociação algorítmica » Gestão de liquidez em negócios e investimentos

Gestão de liquidez em negócios e investimentos

negociação algorítmica : Gestão de liquidez em negócios e investimentos

O gerenciamento de liquidez assume uma das duas formas com base na definição de liquidez. Um tipo de liquidez refere-se à capacidade de negociar um ativo, como uma ação ou título, pelo seu preço atual. A outra definição de liquidez se aplica a grandes organizações, como instituições financeiras. Os bancos são frequentemente avaliados quanto à sua liquidez ou à sua capacidade de atender às obrigações em dinheiro e garantias sem incorrer em perdas substanciais. Em ambos os casos, o gerenciamento de liquidez descreve o esforço de investidores ou gerentes para reduzir a exposição ao risco de liquidez.

Gestão de Liquidez nos Negócios

Investidores, credores e gerentes olham para as demonstrações financeiras de uma empresa usando índices de medição de liquidez para avaliar o risco de liquidez. Isso geralmente é feito comparando ativos líquidos e passivos de curto prazo, determinando se a empresa pode fazer investimentos em excesso, pagar bônus ou cumprir suas obrigações de dívida. As empresas com excesso de alavancagem devem tomar medidas para reduzir a diferença entre o dinheiro disponível e as obrigações de dívida. Quando as empresas estão super alavancadas, seu risco de liquidez é muito maior porque elas têm menos ativos para se movimentar.

Todas as empresas e governos que têm obrigações de dívida enfrentam risco de liquidez, mas a liquidez dos principais bancos é especialmente examinada. Essas organizações estão sujeitas a fortes regulamentações e testes de estresse para avaliar seu gerenciamento de liquidez porque são consideradas instituições economicamente vitais. Aqui, o gerenciamento de risco de liquidez usa técnicas contábeis para avaliar a necessidade de caixa ou garantia para atender às obrigações financeiras. A Lei de Reforma e Defesa do Consumidor de Dodd-Frank Wall Street, aprovada em 2010, elevou esses requisitos muito mais altos do que eram antes da Crise Financeira de 2008. Os bancos agora precisam ter uma quantidade muito maior de liquidez, o que diminui seu risco de liquidez.

Gestão de Liquidez em Investimentos

Os investidores ainda usam índices de liquidez para avaliar o valor das ações ou títulos de uma empresa, mas também se preocupam com um tipo diferente de gerenciamento de liquidez. Quem negocia ativos na bolsa de valores não pode simplesmente comprar ou vender qualquer ativo a qualquer momento; os compradores precisam de um vendedor e os vendedores precisam de um comprador.

Quando um comprador não consegue encontrar um vendedor pelo preço atual, geralmente ele ou ela deve aumentar sua oferta para atrair alguém a participar do ativo. O oposto é verdadeiro para os vendedores, que devem reduzir seus preços de venda para atrair compradores. Os ativos que não podem ser trocados a um preço atual são considerados ilíquidos. Ter o poder de uma grande empresa que negocia grandes volumes de ações aumenta o risco de liquidez, pois é muito mais fácil descarregar (vender) 15 ações de uma ação do que descarregar 150.000 ações. Os investidores institucionais tendem a apostar em empresas que sempre terão compradores caso desejem vender, gerenciando suas preocupações de liquidez.

Investidores e traders gerenciam o risco de liquidez não deixando muito de seus portfólios em mercados ilíquidos. Em geral, os traders de alto volume, em particular, desejam mercados de alta liquidez, como o mercado cambial ou de commodities com altos volumes de negociação, como petróleo e ouro. As empresas menores e a tecnologia emergente não terão o tipo de volume que os traders precisam se sentir confortáveis ​​executando uma ordem de compra.

Compare contas de investimento Nome do provedor Descrição Divulgação do anunciante × As ofertas que aparecem nesta tabela são de parcerias das quais a Investopedia recebe remuneração.
Recomendado
Deixe O Seu Comentário